Benefício na hora de declarar o Imposto de Renda é uma das principais vantagens do plano TecnoPrev.

Aproveite mais essa vantagem que a Mútua e o plano de previdência TecnoPrev oferecem para os profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua.

Por que incluir a previdência na declaração do IR?

O imposto de renda é um dos principais meios de arrecadação do Governo Federal. Ele é uma importante fonte de recursos, que são utilizados para colocar em prática políticas públicas como, por exemplo, a construção de hospitais e escolas. No entanto, a cobrança do IR gera uma injustiça quando o contribuinte paga o imposto e não usufrui dos respectivos serviços. É o que acontece, por exemplo, quando paga um plano de saúde para a família ou quando matricula os filhos em um colégio particular.

 

Para corrigir esse tipo de situação, as autoridades fiscais permitem que o contribuinte elenque esse tipo de despesa em sua declaração anual, fazendo com que ela seja considerada no cálculo e que o contribuinte possa receber, inclusive, uma restituição de parte dos valores retidos na fonte.O que acontece no caso da previdência privada é algo bastante parecido. O governo federal concede um desconto no imposto de renda para o cidadão que tem a louvável postura de investir seu dinheiro em vez de gastá-lo comprando coisas supérfluas. É o que chamamos de incentivo fiscal. Com isso em mente, vejamos agora como declarar o seu plano de previdência TecnoPrev.

Como declarar minhas contribuições para o TecnoPrev e minhas cotas de associatividade (anuidade) da Mútua?

Quem faz a declaração de previdência privada no imposto de renda no modelo completo pode abater até 12% da renda bruta anual, que será usada como base para o cálculo. Isso quer dizer que, se uma pessoa tem uma renda anual de R$ 60 mil e investe em poupança, a base para o cálculo para o IR será os R$ 60 mil.

Já se a renda dessa pessoa é de R$ 60 mil e, em vez de investir em poupança, ela tem um investimento de R$ 7.200 no plano TecnoPrev, a base de cálculo para o IR será de R$ 52.800.

A cada ano, se a economia de imposto gerada pelas vantagens do plano de previdência complementar for reinvestida nele, o rendimento do mesmo será muito maior.

No entanto, a dedução desse investimento só vale para quem faz a declaração completa do imposto de renda, indicada a quem possui muitas despesas passíveis de descontos — como dependentes e gastos com educação e médicos, por exemplo. Outro ponto importante para ter esse tipo de vantagens na dedução do IR é a contribuição para o INSS.

Para declarar a previdência privada no programa do imposto de renda, selecione “pagamentos efetuados”. Você vai precisar informar o nome da administradora do plano TecnoPrev (BB Previdência – Fundo de Pensão do Banco do Brasil), do CNPJ e do valor aplicado. Essas informações são disponibilizadas no Informe de Rendimentos enviado para a residência dos participantes e também disponível no acesso restrito do plano, na página da internet.

Como declarar resgates no TecnoPrev?

A forma de declarar os saques no plano TecnoPrev varia de acordo com o regime escolhido pelo contribuinte. No caso dos optantes pela tributação progressiva, a declaração deve ser feita na aba de rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica.

Já no caso dos optantes pelo regime regressivo, os valores devem ser indicados na ficha de rendimentos sujeitos a tributação exclusiva. No caso da tributação regressiva, quanto maior for o tempo da aplicação menor será a alíquota do imposto de renda.

Os valores variam de 35%, para aplicações com até dois anos, a 10%, para aplicações com mais de dez anos. Já no caso da tributação progressiva, será utilizada a mesma alíquota referente aos demais rendimentos – o que pode variar de isento a 27,5%.

Você e o TecnoPrev

Se você é associado da Mútua há pelo menos um ano e está adimplente com sua taxa de associatividade, você já possui a cobertura dos benefícios previdenciários oferecidos por sua Caixa de Assistência por meio do TecnoPrev, o plano de previdência privada instituído pela Mútua e administrado pela BB Previdência, entidade sem fins lucrativos vinculada ao Banco do Brasil. Dentre os benefícios oferecidos pelo plano, o associado contribuinte da Mútua possui a cobertura de um Pecúlio de até R$ 35 mil aos seus familiares e, além disso, uma parte de sua anuidade da Mútua (R$ 32,00 até 2017 e R$ 50,00 a partir de 2018) é destinada à promoção e manutenção desses benefícios, na forma de contribuição ao Plano de Previdência.

Como participante do TecnoPrev, qual a relação do Plano com a minha Declaração do IR?

Embora muitas pessoas pensem em um plano de previdência apenas como uma segurança financeira complementar para a aposentadoria, ele funciona também como uma reserva, um investimento que, geralmente, rende mais do que a poupança. Mais que isso, é possível declarar suas contribuições previdenciárias no Imposto de Renda e usufruir do benefício fiscal assegurado aos participantes do Plano. Aliás, o investimento em previdência privada é um dos poucos que podem ser deduzidos de seu IR.